Bem-vindo!
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 O dia que a conheci

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: O dia que a conheci   Seg Maio 26, 2014 8:53 am

Título: O dia que a conheci
Autor: bajumoon
Gênero: geral/romance (?)
Censura/Classificação: PG
Capítulos: One-shot
Resumo ou uma promo: Descrição do Major Healey sobre o que sentiu/sente por Jeannie e como a conheceu.


É incrível como coisas extraordinárias acontecem em nossa vida!
Eu ainda me lembro do dia em que a conheci.
Estava tentando estacionar meu carro na NASA, quando alguém bateu no meu veículo.
Saí de dentro do automóvel, me perguntando quem era o idiota que tinha batido em mim.
Não esperava encontrar uma garota tão linda! Estava instantaneamente apaixonado!
Sei o que você deve estar pensando: “De novo?” Mas ela era realmente diferente.
Havia algo muito especial nela, algo único, que eu não via em mulher alguma.
Era linda, doce, tímida. Na primeira oportunidade que tive a convidei pra sair. Ela aceitou, me deixando nas nuvens.
Rapidamente fui pedir conselhos ao meu melhor amigo Tony.
O Major Nelson e eu já éramos amigos há muito tempo.
Juntos, tivemos ótimos momentos. Conhecemos muitas garotas e costumávamos a ter encontros duplos, até que ele ficou noivo de Melissa.
Cheguei realmente a pensar que ele se casaria com ela, mas o noivado dele acabou e ele estava novamente livre.
Fui a sua sala e ele me deu alguns conselhos. Tony era mesmo esperto quando se tratava de mulheres.
Entretanto, meu encontro que até começou bem, acabou ficando terrível! Jeannie era maravilhosa, perfeita, mas devido a uma série de “incidentes”, acabou fugindo de mim. E o pior que eu não sabia como encontrá-la.
Minha única esperança era Tony, que a conhecia. Ele, no entanto, me desencorajou a encontrá-la, dando a entender que ela não era a garota certa pra mim. Hoje entendo porque ele fez isso!
Algum tempo depois voltei a vê-la em frente a biblioteca, como no nossa primeiro encontro.
Eu ia pedi-la em casamento, mas ela voltou a desaparecer.
Estava doido por ela, nem conseguia me interessar muito por outras mulheres.
Conseguindo vê-la outra vez, pude finalmente pedi-la em casamento e ela aceitou.
Não conseguia disfarçar minha alegria. Contei imediatamente a Tony, que me convenceu que eu deveria conhecer os pais de Jeannie.
Os pais que Jeannie me apresentou, pareciam pessoas vindas de alguma propaganda, mas eram legais. O pior foi o que aconteceu depois.
Eu não entendi direito o que aconteceu, mas quando percebi a casa e a família tinham desaparecido. Eu estava só, em um terreno baldio.
Na ocasião, acreditei que tinha ingerido alguma droga, foi muito estranho!
Mais uma vez, Jeannie sumiu e eu, outra vez, não sabia como encontrá-la.
Até o dia em que descobri toda a verdade.
Ao ficar sozinho na casa de Tony, descobri que Jeannie, na verdade era um gênio. Isso mesmo! Um gênio como esses das histórias Das mil e uma noites!
Rapaz! Fiquei tão impressionado que desmaiei. Duas vezes!
Não conseguia acreditar que ela era mesmo um gênio, que poderia fazer qualquer coisa. Qualquer coisa!
Oh, me deixei levar pela cobiça e fiquei louco! Poderia ter tudo o que eu quisesse! Lembro-me de ter ficado irritado com Tony, por não tê-la dividido comigo antes.
Mas Jeannie me disse que ele nada havia pedido a ela. Fiquei estupefato! Que tipo de tonto era meu amigo, afinal?
A gênia também me contou que obedecia aquele que possuía a garrafa.
Lógico que eu dei um jeito de roubar o artefato e ter Jeannie só pra mim.
A partir daquele momento, passei a ver Jeannie, não como a garota que eu amava, mas como o gênio que poderia me dar tudo o que quisesse.
Tony descobriu que eu a roubara e sem piedade, ele se retaliou.
Criou um plano para recuperá-la e se eu não devolvesse, acabaria sendo fuzilado.
Tive que entregá-la e perdi todas as riquezas tinha. Ah, que pena!
O tempo passava e eu compreendia a razão pela qual Tony queria tê-la, mesmo sem usufruir dos seus poderes.
Ele a amava de verdade! Não por ela ser uma gênia poderosa, mas por ela mesma!
Presenciei seus conflitos, ele a queria, mas não podia se casar com ela.
Apesar das nossas pequenas brigas, de vez em quando, nós éramos amigos e eu fiz e faço tudo o que posso para ajudá-lo nas confusões que ela sempre o envolve.
Mesmo sem perder a esperança de um dia desses ganhar um presentinho de Jeannie, um iate ou uma vila na Europa, por exemplo, sei que ela será sempre de Tony.
E eu ganhei uma ótima amiga, também.
Às vezes penso que isso é melhor do qualquer riqueza.

Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O dia que a conheci
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» KEVIN SORBO ´s fans REPORTS- eu conheci Kevin Sorbo
» Depois que conheci o Fórum larguei o Facebook...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
J-fics :: Geral-
Ir para: