Bem-vindo!
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 A sunga listrada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: A sunga listrada   Qui Maio 22, 2014 9:14 am

Título: A sunga listrada
Autor: bajumoon
Gênero: romance
Censura/Classificação: M
Capítulos: 3
Advertênicas: Cap. com conteúdo adulto.
Resumo ou uma promo: O Major Nelson aparece na praia com sua sunga listrada, deixando Jeannie sem fôlego.

I

Jeannie estava muito empolgada. Tony ia viajar ao Havaí a trabalho. E agora que ela era sua esposa poderia ir com ele sem problemas.
O Major Nelson estava muito ocupado trabalhando em um novo projeto, mas disse que terminaria o mais rápido que conseguisse para poder aproveitar a praia com ela.

***

Jeannie estava deitada na areia, curtindo o sol.
A gênia esperava seu marido, que teria que entregar alguns relatórios para o Dr. Bellows, mas iria encontrar-se com ela depois.
Começando a ficar impaciente, Jeannie sentou-se, apoiando a cabeça em suas pernas flexionadas. Ela se distraiu um pouco, olhando para o mar, mas virando o rosto, algo atraiu sua atenção.
Ao longe, ela viu seu marido vindo para perto dela.
Usava uma sunga listrada e estava simplesmente espetacular!
“Olá querida!” Disse o Major Nelson, se aproximando. “Desculpe-me por ter demorado, mas estive até agora a pouco com o Dr. Bellows.”
A gênia não respondeu. Estava boquiaberta e de olhos arregalados. Tudo isso era seu marido mesmo? Quando ele pararia de surpreendê-la?
“Jeannie? O que foi? Algum problema?” Perguntou Tony, olhando pra ela.
“Não. Problema algum!” Disse Jeannie, voltando a si. “Que bom que você chegou!”
Ele sorriu e deu-lhe um beijo. Ela sentiu como se estivesse nas nuvens.
Estendendo na areia a toalha que trouxe com ele, o Major Nelson deitou-se de costas, colocando o braço em cima dos olhos, para protegê-los do sol.
Ele curtia o sol, mas Jeannie não conseguia tirar os olhos dele.
Ela nunca tinha visto em seu marido em público, com trajes tão reveladores. Ele geralmente usava uma bermuda ou um short mais soltinho.
Vê-lo ali, com aquela sunga de listras apertada, que mostrava o volume que ela conhecia muito bem a deixou com água na boca.
Por mais que tentasse se distrair, seus pensamentos só se concentravam naquele homem, que estava ao seu lado. Sua mente estava cheia de pensamentos ousados, das coisas que ela gostaria de fazer com ele.
Jeannie começou a sentir muito calor e ela sabia que não era por causa do sol.
Cansado da posição que estava o Major Nelson virou-se, ficando de bruços.
Oh, ótima visão também! A sunga aderira muito bem às curvas daquela região.
As mãos de Jeannie formigam de vontade de apertar ali.
Que homem era aquele! Céus, ele a estava deixando louca, sem fazer nada!
A gênia continuava olhando para seu marido, quando ele disse:
“Oh, esqueci-me de passar o protetor! Querida, você pode passar pra mim?”
Jeannie quase caiu pra trás!
“P-passar o protetor? E-eu?”
“Sim. Por favor?” Ele ofereceu o frasco, que ela pegou, com as mãos trêmulas.
Ela começou pelas costas, passando sua mão cheia de óleo naquela região.
As mão delas se aproximaram dos glúteos e ela ofegou.
“Jeannie? Algum problema?” Perguntou ele.
“Não! Acho melhor eu passar na frente também.”
Ela passou por todo o peito dele e abaixou seu olhar para aquela protuberância dentro da sunga.  Ela gemeu.
“Jeannie? O que está acontecen...” Antes que ele terminasse de falar, Jeannie largou o frasco e o beijou com paixão.
Totalmente confuso, mas gostando do gesto, ele retribuiu o beijo.
Ela começou a beijar todo o rosto dele e arfando, sussurrou no seu ouvido:
“Ah, amo... Não estou aguentando mais!” Ela voltou a beijar-lhe profundamente, abraçando-o pela cintura.
Sem conseguir se controlar, a mão dela desceu, apertando-o atrás. Tony interrompeu o beijo, assustado:
“Jeannie! Estamos na praia!” Ele, envergonhado, olhava ao redor para ver se alguém os tinha visto. Mas as pessoas da praia estavam aparentemente distraídas, sem reparar neles. Ele deu um suspiro de alívio.
“Anthony, vamos voltar para o hotel, por favor?” Disse Jeannie, com a voz urgente.
Ele sorriu e balançou a cabeça.
“Ah Jeannie... Está bem!”
Ela cruzou os braços e ia piscar, mas ele a segurou e disse rápido;
“Não! Aqui não! Vamos andando.”
Eles se preparavam para irem embora, quando alguém apareceu:
“Major Nelson, Jeannie! Que bom encontrá-los por aqui!”


Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: A sunga listrada   Qui Maio 22, 2014 9:22 am

II

Amanda Bellows cumprimentava o casal.
“Eu estava dando uma volta na praia, quando avistei vocês. Que bom que estão aqui. Assim eu não fico sozinha, até o Alfred chegar.”
“Nós sentimos muito, Sra. Bellows, mas estávamos voltando para o hotel.” Disse Jeannie, querendo sair o mais depressa dali.
“Ah, mais que pena! Por que não ficam mais um pouco, o sol está tão lindo hoje!”
Tony, querendo ser gentil, falou:
“Bem, acho que podemos ficar mais um pouco, pelo menos até o Dr. Bellows aparecer, para que a senhora não fique sozinha.”
Jeannie quase o fuzilou com os olhos.
“Ah, muito obrigada, Major Nelson! Vocês são muito gentis!”
Vendo que não havia o que fazer, Jeannie sentou-se na areia, dando um suspiro frustrado.
O Major Nelson teve que segurar um sorriso. Ele também queria ficar a sós com ela, mas ele podia esperar. Não entendia o que tinha acontecido com Jeannie, para ter essa necessidade tão súbita.
De certa forma, ele até gostava de vê-la assim, tão “necessitada”. Estava curioso para ver o que ela faria com ele quando chegassem ao quarto do hotel.
Além disso, ela estava linda com aquele biquíni!
Amanda Bellows, que também havia sentado na areia, observava discretamente o Major Nelson. Naquele momento ela não pode deixar de sentir inveja de Jeannie. Ele era sem dúvida, um homem muito bonito e vestido desse jeito atraia muita atenção.
Tony havia deitado novamente na areia e as duas mulheres o observavam.
Jeannie estava meio irritada, mas em seu olhar, Tony podia ver ainda o desejo. Isso fez com ele se arrepiasse dos pés a cabeça. Somente sua esposa conseguia fazer isso com ele.
Para cortar um pouco o clima tenso que se propagava, o Major Nelson sentou-se e comentou com as duas mulheres:
“Está calor hoje, não?” Disse, com uma risadinha nervosa.
“E como está!” Falou a Sra. Bellows olhando pra ele.
O Major Nelson percebeu malícia na fala de Amanda Bellows e corou. Olhou discretamente para Jeannie que parecia não ter notado nada.
“Acho melhor eu ir nadar um pouco.” Disse ele, se levantando e indo para o mar.
Jeannie viu seu marido se afastar e deu um suspiro, tentando manter a calma. Estava muito brava com Anthony. Por que ele tinha que bancar o cavalheiro numa hora daquela?
Amanda Bellows que ficasse sozinha esperando o marido! Jeannie até gostava da mulher, mas naquele momento tudo o que importava era ficar com ele, levá-lo para o quarto, arrancar aquela sunga e...
Oh, ela não podia suportar mais! Tinha que se distrair, pensar em outra coisa!
Resolveu puxar conversa com a Sra. Bellows.
Amanda Bellows começou a falar sobre as roupas lindas que tinha comprado em uma loja, sugerindo a Jeannie que fosse lá também, que ela ia gostar.
Jeannie começou a se animar com o assunto, esquecendo-se um pouco do marido, até que ele resolveu voltar para a praia.
Ah, não! Se ela achava que ele não poderia ficar mais irresistível, estava totalmente enganada!
Ele caminhava em sua direção totalmente molhado, com a água escorrendo pelo peito, pelas coxas...
Chegando mais perto, ele pegou sua toalha e passou pelo corpo. A gênia nunca sentiu tanta inveja de uma toalha.
Ele se virou para as duas mulheres e disse:
“Ah, a água está ótima!” Disse ele sorrindo.
“Não é só a água que está ótima!” Pensou Amanda, olhando para ele.
Nesse momento chegou o Dr. Bellows.
“Olá pra todos!” Ele se desculpou com a esposa: “Sinto muito pela demora, Amanda!”
“Tudo bem Alfred, nem percebi o tempo passar!”
“Mas já está ficando tarde e acho que devemos ir, não acha Anthony?” Jeannie comentou.
“Por mim eu poderia ficar mais um pouco por aqui!” Falou o Major Nelson, para provocar Jeannie.
“Nesse caso, eu vou embora sozinha, até logo para todos!” Ela recolheu sua toalha e saiu rapidamente.
“Algum problema com Jeannie, Major Nelson?” Perguntou o Dr. Bellows. “Ela parecia nervosa.”
“Não Senhor. Acho que ela está só um pouco cansada. Eu vou atrás dela. Até mais!”
Jeannie voltava para o hotel, muito brava. Tudo que queria era ficar com Tony, mas ele parecia não estar interessado. Ele que ficasse com eles, então!
Quando ela estava na porta do quarto, o Major Nelson apareceu:
“Jeannie!”
“O que você veio fazer aqui? Não estava curtindo o sol com os Bellows?”
“Jeannie, eu ia embora, estava só brincando com você!”
“Eu não achei graça!”
“Mas eu sim! Sabe que você fica linda nervosa?” Disse ele a abraçando.
“Humm.”
“Eu estava louco pra ficar com você!”
“Então porque não quis vir logo?”
“Eu queria te provocar...” Disse ele no ouvido dela. “... queria ver você louca!”
Ele a beijou, enquanto entrava com ela no quarto e fechava a porta.

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: A sunga listrada   Qui Maio 22, 2014 9:24 am

III

O Major Nelson pegou Jeannie no colo e a colocou em cima da cama.
Jeannie o beijava impaciente e pôs uma das mãos na cintura dele, tentando tirar-lhe a sunga. Ele riu e segurou a mão dela:
“Calma, querida, temos todo o tempo do mundo!”
“Não, Anthony, eu não posso mais esperar, por favor!”
“O que houve? Por que você está tão...” Ela beijou-lhe na boca “... ansiosa, assim?”
“E que...” Ela ofegava, enquanto beijava o pescoço dele. “... você está...” Ele soltou a mão dela, que passeava pelas costas dele e o arranhava com suas unhas.
“Estou o quê?” Perguntou Tony, vendo que ela não completara a frase.
“Você está tão sexy, tão delicioso com essa sunga!”
O Major Nelson jogou a cabeça um pouco pra trás e deu uma gargalhada.
“Anthony não ria!” Disse a gênia com vergonha.
“Desculpe, querida, não pude evitar!”
Então era por isso que ela estava daquele jeito? Isso não havia passado por sua cabeça. Ele não havia colocado a sunga com a intenção de provocá-la, mas gostou muito de saber o efeito que causou nela.
Tony a beijou apaixonadamente e disse:
“E você está maravilhosa com esse biquíni!” Ele habilmente retirou a parte de cima da roupa de banho dela e cariou-lhe os seios.
“Ahh, Anthony, por favor, pare de me torturar, preciso de você!”
Ele apenas deu um sorriso travesso e passou suas mãos pela coxa dela, deslizando sua mão até seu centro mais íntimo.
Ela já não conseguia mais falar, seu corpo estava em chamas, foi com muito esforço que disse:
“Por favor...”
Ele também não podia mais esperar, retirou a peça de baixo do biquíni dela e sua própria sunga, adentrando profundamente nela.
Em ritmo acelerado, ele se movimentava dentro dela. Rapidamente Jeannie chegou ao auge do prazer, sendo seguida por ele.
Tony deu-lhe um beijo doce e a aninhou nos seus braços, dormindo alguns minutos depois.
Jeannie ficou ali, acordada, satisfeita, curtindo a felicidade de estar juntinho dele. Nada podia ser melhor!

Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A sunga listrada   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A sunga listrada
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» KEVIN SORBO PICTURES- Fotos de KEVIN SORBO

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
J-fics :: Romance - M-
Ir para: