Bem-vindo!
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe
 

 Janine 2.0

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 499
Data de inscrição : 28/02/2014

Janine 2.0 Empty
MensagemAssunto: Janine 2.0   Janine 2.0 EmptyDom Jan 27, 2019 11:51 pm

Título: Janine 2.0
Autor: strawberriesapples
Shipper: Egon/Janine
Gênero: Humor/Romance
Censura/Classificação: M
Capítulos: 5
Resumo ou uma promo: Janine aparece depois de longas férias com um visual diferente e Egon tem uma reação inusitada...




Ela finalmente chegou à firehouse depois de umas férias extremamente longas. Dois meses pareciam uma eternidade! E a secretária temporária era praticamente inútil. Ela era muito jovem, muito distraída e começou a faltar demais ao trabalho.
Graças a Deus Janine estava de volta.
- Bom dia! - ela cumprimentou os Caça-Fantasmas. Eles estavam todos na recepção, esperando os telefonemas.
- Janine!!!
- Graças a Deus!
- Uau! Janine, você está linda! - Peter assobiou também.
- Obrigada, Dr. Venkman!... Pare de olhar. AGORA.
- Desculpe, não posso evitar!
- Peter, você viu...
Era Egon, descendo as escadas. Ele congelou assim que viu a secretária.
- Bom dia, Egon!
- Janine!
- Sim?
- Hã...
Seu queixo caiu. O cabelo dela estava mais longo, caindo em cascata pelos ombros; sua franja também estava mais longa e ela usava óculos redondos agora. Ela parecia falar mais baixo e mais calmamente agora também.
Para ele, ela parecia o pecado em pessoa.
- B-Bom dia... - ele gaguejou.
Egon não sabia o que havia acontecido com ele. Todos os seus hormônios se juntaram e viajaram para... mais ao sul.
Graças a Deus ele estava usando seu largo macacão.

***********
- Egon, o que há com você? - Peter perguntou, irritado.
- O que?! - ele respondeu irritado.
- É a terceira vez que você erra a armadilha, amigo. O que está acontecendo? - Ray perguntou, mais calmo.
- Você está ficando doente? - Winston estava preocupado.
- Acho que estou cansado, só isso.
- Sim, talvez você precise de uma pausa.
- Ou dormir mais de quatro horas por noite!
- Talvez você precise de um impulso extra...
- Pessoal, vou ficar bem. Vou sim, eu prometo.
Egon sabia muito bem o que ele estava passando. E ele sabia exatamente do que precisava: uma dose grande e generosa de... Janine.
Ele não aguentava mais. Estava prejudicando seu trabalho!
Primeiro, foram as pequenas coisas: ele bateu a cabeça em alguma coisa, depois, a perna na mesa da recepção porque ele estava olhando para ela, então ele se cortou por distração...
Então as coisas ficaram um pouco mais sérias; ele começou a esquecer de onde colocava ferramentas, um equipamento e até mesmo seus óculos (para diversão de Peter, eles estavam no topo de sua cabeça).
Agora estava afetando seriamente seu trabalho. Ele não estava sendo capaz de se concentrar como sempre.
E era tudo culpa dela!
Não, não era culpa dela. A doce e perfeita Janine não tinha nada a ver com isso.
Era ele quem estava ficando louco. Ele era aquele cujos hormônios estavam traindo-o.
Era ele que ficava duro toda vez que ela balançava seu lindo cabelo comprido, ajustava seus adoráveis ​​óculos redondos, ou começava a cantar e sacudir os quadris ouvindo Cyndi Lauper quando ela colocava os relatórios no arquivo...
Era culpa dela!
E ele estava perdendo a cabeça!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://jfics.forumeiros.com
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 499
Data de inscrição : 28/02/2014

Janine 2.0 Empty
MensagemAssunto: Re: Janine 2.0   Janine 2.0 EmptyDom Jan 27, 2019 11:53 pm

2



- Egon!
- Aaah!
- O que aconteceu? Você está bem?
Era ela. Com um top azul claro, que exibia seu decote, e uma minissaia preta tentadora. Ela tinha a mão no ombro dele. Oh!
- Ahn... Sim! De fato, eu estou!
- Você está quente! - ela levou a mão à testa dele.
Ele quase gemeu. Que absurdo! Ele estava sendo ridículo!
- Hã... me desculpe... Sinto muito, Janine!
Ele subiu correndo as escadas e deixou para trás uma intrigada Janine Melnitz.
Ray estava vindo do porão quando ela o interrompeu.
- Ray!
- O que foi, Janine?
- Estou preocupada com o Egon! Ele não me parece muito bem!
- Eu sei! Ele tem estado bastante desligado ultimamente.
- Você não acha que deveria levá-lo ao hospital?
- Ah, você sabe como ele é... ele vai se recusar a ir e vai procurar por uma cura para o que está afligindo ele aqui mesmo!
- Oh!
Ela olhou para cima. Mal ela sabia que ELA era a cura...
De repente, o telefone tocou.
- Caça-fantasmas! Como posso ajudá-lo? Mmm... um borrão?... Com meleca?... Ok! Eles vão logo praí!
- O que houve, Janine?
- Um classe dois em Hoboken! Um hotel assombrado, como de costume!
- Está bem! Eu vou chamar os outros.
- Posso? - Sua mão estava no alarme.
- Você quer, não quer? - ele riu. Ela gostava mesmo de apertar esse botão.
Ela apenas deu-lhe um sorriso e apertou o botão.
Peter e Winston logo apareceram.
- Um cochilo de vinte minutos. Isso não é justo!
- Pete, agora não é hora!
Egon desceu as escadas devagar. Ele teve... uma pequena *aventura* no banheiro, mas isso não foi o suficiente. Janine olhou para ele imediatamente, uma expressão de pena em seus olhos. Seus olhos eram incríveis.
Ele exalou alto. Graças aos céus pelo trabalho...
- Ei, ei, moço. Onde você pensa que vai?
- Para a patinação no gelo, Peter. Agora, com licença.
- Egon, você não está bem, cara.
- Você vai ficar em casa! - Ray foi inflexível.
- QUE?! Não, não vou! Eu sou perfeitamente capaz de...
- Egon, os rapazes estão certos! Você tem agido tão... estranho ultimamente. Talvez você devesse dar um tempinho. - Janine disse.
Suas mãos estavam nos ombros dele e ela tinha o olhar mais sincero em seus olhos.
Egon tinha vontade de atacá-la.
O que porras estava acontecendo com ele?
Ele engoliu em seco, respirou fundo, suspirou e finalmente cedeu:
- Tudo bem... vou ficar. Eu tenho coisas para fazer no laboratório de qualquer maneira.
- Egon, você deveria... - Peter começou.
- Dr. Venkman, é melhor você ir, antes que ele mude de ideia! - Janine sussurrou para ele.
- Certo, vamos embora.
- Egon, comporte-se!
- Não faça nada estúpido!
- Como é que é? - ele meio que protestou.
- Janine, cuida dele!
- Não deixa ele explodir nada!
- Está bem!
Janine também iria ficar. Janine também iria ficar!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://jfics.forumeiros.com
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 499
Data de inscrição : 28/02/2014

Janine 2.0 Empty
MensagemAssunto: Re: Janine 2.0   Janine 2.0 EmptyDom Jan 27, 2019 11:55 pm

3



O que diabos ele ia fazer?
Oh! Ele iria se trancar em seu laboratório para sempre.
Então ela iria bater na porta e perguntar o que estava acontecendo, e seria pior!
Ele teria que deixar a porta aberta... e ela viria, de qualquer maneira.
Ele estava ferrado.
Era melhor... seguir o fluxo.
Os rapazes saíram, a sirene do Ecto 1 explodindo, como de costume.
Era isso. Era só ele e ela agora.
Ela se virou e olhou para ele.
Ele correu os olhos por toda a sua figura. Sua roupa era realmente uma provocação.
- Egon... - ela começou - o que está acontecendo? Até eu notei que você tem estado esquisito ultimamente!
- Janine, eu sou esquisito! - ele arriscou.
- Ah, você sabe o que eu quero dizer! Sério, o que está acontecendo? Eu também notei que você anda... meio que... me evitando ultimamente...
- Hã...
Como ele ia explicar para ela que ELA era a culpada por seu comportamento estranho?
- Janine... alguma coisa... ahem! aconteceu comigo que eu... ahn... eu realmente não sei explicar...
- Aww... diga-me! Talvez eu possa te ajudar!
Ela era a única que poderia ajudá-lo! Mas como ele ia dizer a ela sem parecer um tanto pervertido?
- Janine, acho que não posso...
- Egon! - ela olhou profundamente nos olhos dele e agarrou seus ombros; ele estava começando a perder o controle... - Eu quero te ajudar! Por favor, me diga o que é!
Ele não aguentava mais! Ele jogou tudo para o alto e a beijou.
Ele abraçou-a com força, um braço ao redor de sua cintura e as mãos por seu cabelo maravilhoso.
Para seu alívio (e felicidade) absoluto, ela retornou o beijo.
- Oh! Oh, uau! - exclamou ela.
- Janine... estou com extrema necessidade de você. O simples pensamento de você perto de mim causa arrepios na minha espinha!... - confessou ele.
Ela percebeu que ela ficou surpresa.
- A razão pela qual tenho evitado você é... o meu medo da falta de controle ao seu redor... Eu não queria fazer nada... estúpido, eu...
De repente, ela o beijou de volta. Suas palavras a excitaram.
- Hã... Janine, eu...
- Shhh... não fale!
- Eu tenho que te perguntar uma coisa...
- Mm... o que? - ela ronronou.
Egon respirou fundo, limpou a garganta e perguntou, olhando nos olhos dela:
- Você quer subir?
Janine gemeu e o beijou novamente. Isso foi um "sim"?
- Acho que é um "sim"... - disse ele, interrompendo o beijo.
- Uh, sim!...
Ele achava a coisa mais clichê do mundo, mas ele a levou para o andar de cima em seus braços.
Ele viu que Janine não conseguia parar de sorrir.
Ela parecia ainda mais bonita sorrindo assim.
Egon não queria nem começar a pensar nas consequências. Ele apenas a jogou na cama e começou a se despir.
O queixo de Janine caiu e ela tinha os olhos mais famintos que ele já tinha visto.
Ela olhou diretamente para a frente de sua cueca boxer e levantou a sobrancelha esquerda, sorrindo.
Ele sentiu um sorriso vindo no canto da boca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://jfics.forumeiros.com
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 499
Data de inscrição : 28/02/2014

Janine 2.0 Empty
MensagemAssunto: Re: Janine 2.0   Janine 2.0 EmptyDom Jan 27, 2019 11:57 pm

4



Pela primeira vez em sua vida, Egon não se importou mesmo com as consequências. Ele iria agir segundo seus instintos e pronto.
Ele a desejava há muito tempo e ele tinha certeza de que o sentimento era mútuo.
Ele pensou em cortejar Janine primeiro, mas quando ela apareceu na firehouse com aquele cabelo vermelho maravilhosamente longo e esvoaçante, ele ficou louco.
Seu comportamento tinha mudado um pouco também, ela estava mais graciosa e até mesmo a escolha dela em óculos era mais adequada.
Seus hormônios ficaram descontrolados. Ele não aguentava mais.
Ele se ajoelhou ao pé da cama e olhou para ela. Ela tinha desejo escrito nela inteira. Sim!
Ele chegou mais perto dela e deu-lhe um sorriso perverso. Ela sorriu de volta.
Ele então a beijou, puxando seu top para cima. Ela interrompeu o beijo, sentou-se e tirou-o.
Ela estava usando um sutiã azul claro, para combinar com seu top. Era de renda. Ele podia ver seus mamilos rosados ​​e isso fez seu membro "acordar" mais uma vez.
Para sua surpresa, ela rapidamente tirou-o também. Ele exalou alto.
Antes de atacá-la, ele puxou a saia para baixo. A calcinha azul rendada era tão provocadora.
Ele voltou para os lábios dela, o pescoço dela - fazendo-a gemer baixinho - e o peito.
Ele tocou os seios firmes (e ela gemeu de novo). Sua pele era macia e sardenta (mais sardenta que a dele próprio). Maravilhosa.
Ele tocou a pele macia com os lábios. Era muito bom! Ele então passou a língua em seu mamilo.
- Ohhh!
- Oh...
Ele foi para o outro seio, repetindo suas ações, sabendo que ela gostava.
- Uuuh...
Ele desceu e cada vez que seus lábios tocavam a pele dela, ele ficava mais excitado.
Egon finalmente chegou às partes mais íntimas dela. Algo que ele compararia com "as espécies mais raras de fungos que existiam"!
E ele estava com mais tesão do que nunca.
Ele abaixou a calcinha e gemeu em voz baixa. Ele estava morrendo de vontade de saboreá-la.
Então ele prontamente levou sua boca a elas e começou a lamber.
- Oh, Deus!
Ele a lambia habilmente, explorando-a completamente.
- Ohhh, Egon!!!
Ele encontrou seu clitóris e começou a chupar, agitando a língua de vez em quando.
- Ohhhh, eu vou...!
Ele colocou mais esforço em suas ações e ela finalmente chegou ao clímax, gritando seu nome.
- Ohh... - ela suspirou.
- Janine...
Ele a beijou carinhosamente, devagar. Ele queria registrar a sensação de seus lábios nos dele e o gosto da boca dela enquanto a penetrava.
- Mm... - ele gemeu através do beijo quando sentiu sua pele macia envolver seu membro duro.
A sensação de estar dentro dela era estupenda. Ele não queria parar nunca.
- Oooh, Deus, você é tão... grande...
Egon riu. Ele nunca pensou em si mesmo dessa maneira, mas felizmente, ele era perfeitamente proporcional. E... não era a primeira vez que uma garota dizia algo assim para ele...
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://jfics.forumeiros.com
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 499
Data de inscrição : 28/02/2014

Janine 2.0 Empty
MensagemAssunto: Re: Janine 2.0   Janine 2.0 EmptyDom Jan 27, 2019 11:58 pm

5



Ele mantinha um ritmo constante, aproveitando o calor da intimidade de Janine.
- Meu Deus, Egon! - Janine gemeu. Era música para seus ouvidos. Seus gemidos só o incentivavam mais.
Ele aumentou sua velocidade, e começou a perder o controle quando ela começou a contrair seus músculos internos ao redor de seu membro duro.
- Nnnngh! Oh!
- EGONNN!
- Ahhh!
Ele teve seu doce alívio, abraçando-a com força.
- Oh... - ele disse, olhando para ela. Ela tinha o maior sorriso no rosto - Obrigado, Janine.
- Hee... de nada!
Ele deu-lhe um sorriso discreto e levantou-se, procurando suas roupas.
Depois que ambos se recompuseram, Janine começou:
- Hã... Egon...
- Sim?
- Eu ficaria feliz em ajudá-lo com qualquer problema que você possa ter a partir de agora... - ela disse, com um sorriso malicioso. Ele deu a ela um sorriso tímido.
- Obrigado...
**********
Já passava das seis da tarde, quando os Caça-Fantasmas voltaram de Hoboken, parecendo bastante exaustos.
- Oi, Janine!
- Você ainda tá aqui?
- Como tá o Egon?
- O Egon... tá bem, agora. Eu acho que ele está... descansando.
- Ótimo!
- Você tem alguma ideia do que ele teve?
- Winston... acho que ele só precisava de um pouco de... exercício.
- Claro!
- E você botou ele em forma rapidinho, né? - Peter sussurrou em seu ouvido.
Ela apenas deu a ele um sorriso cínico e sábio.
Janine despediu-se dos Caça-fantasmas e sorriu por todo o caminho para casa naquele dia.
"É... o meu plano funcionou muito melhor do que eu esperava!"
 
FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://jfics.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




Janine 2.0 Empty
MensagemAssunto: Re: Janine 2.0   Janine 2.0 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Janine 2.0
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
J-fics :: Os Caça-fantasmas :: The real Ghostbusters-
Ir para: