Bem-vindo!
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 E ela estava lá

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: E ela estava lá    Sab Out 07, 2017 8:56 pm

Título: E ela estava lá 
Autor(a): Jussara/bajumoon
Shipper: Egon & Janine 
Gênero: Romance 
Censura / Classificação: PG
Capítulos: III
Completa: Sim
Resumo: Algo fofinho sobre o romance Egon e Janine  

I

Ele se lembrava perfeitamente do dia em que a viu pela primeira vez.
Não que ele tivesse a notado completamente, pois outros assuntos careciam mais de sua atenção.
Mas em algum lugar de sua memória, tinha sido gravado o momento desse primeiro encontro.
Ele havia pedido ajuda de seu amigo Peter, com um experimento, mas este lhe disse que estava no meio de uma entrevista.
Então Egon percebeu: ela estava lá.
Os olhos azuis esverdeados miraram nos dele e ele lembrou de sorrir e dizer amavelmente:
"Ah, tenho certeza de que ela se sairá bem!"
A moça lhe sorriu de volta e ele se retirou, gravando dentro de si, aquele sorriso.
Ela conseguiu o emprego e se mostrou eficiente.
Sem dúvida, Janine era ainda mais eficente em deixar Egon vermelho, com seus comentários calorosos sobre a aparência do cientista e em lançar-lhe beijos ao vento, quando ele partia com os outros, para caçar fantasmas.
Entretanto, todos pensavam que Egon geralmente não percebia as intenções da moça, mas ele via. Ele sempre a via.
O cientista a princípio, achando ser apenas alguma forma de brincadeira, ignorou-a.
Mas algo foi mudando com o tempo.
*
O que era levemente constrangedor ou em sua opinião mais dura, até tolice, começou a se tornar algo essencial, para que seu dia fosse mais feliz. 
Ele se acostumou com os olhares apaixonados e devotos dela, com seus abraços roubados, com suas visitas constantes ao laboratório, para se certificar de que ele estava bem.
Egon se acostumou a ter Janine por perto. E ela estava lá! 
O costume logo se tranformou em prazer. Prazer de senti-la próxima dele, prazer de saber, que todas as manhãs veria seu sorriso. Prazer em ouvir sua voz, segundo ele, irritante, mas tão querida e familiar! Prazer por ela estar lá.
Sem se dar conta ele, a seu modo, também passou a retribuir o afeto de sua secretária. Egon devolvia seus abraços, preocupava-se com ela, desejava que ela sempre estivesse bem.
Porém, ele não foi além disso. Não que ele não quisesse, mas não conseguia!
Sua vida, desde que nasceu era a Ciência. Não cabia a Egon se desligar dos seus projetos, por algo que ele, naquele momento, julgava efêmero.
Por isso, tantas e tantas vezes, ele a ignorou, fugiu, esquivou-se. Mas ela ainda estava lá.
**
Voltar ao Topo Ir em baixo
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: E ela estava lá    Sab Out 07, 2017 9:00 pm

II

Mesmo com beijo roubado, mudança de aparência, apelos para que ele a notasse, Egon se fechou em seu mundo.
E nas vezes em que a via, seu olhar frio como gelo e seu coração impenetrável, não permitiam que ela se aproximasse de demais.
Ela entendeu o recado e manteve-se mais afastada, mas ele ainda via seus olhos arderem de amor por ele. E ela ainda estava lá.
Porém, ele percebeu que ela pensava em desistir dele, ao notar ela saindo com outras pessoas.
Algo dentro dele se quebrava e ele experimentou algo novo e amargo: os ciúmes! 
Mesmo assim, sua lógica foi mais forte, do que suas emoções e ele se manteve impassível.
Mas, apesar de tudo, ela ainda estava lá.
O tempo foi passando, enquanto Egon tentava sufocar o amor que sentia, mas algo mudaria o curso das coisas. 
*
Tudo mudou naquele fatídico dia, quando ele percebeu que ela estava sendo dominada por um ser, que se alimentava do desejo das pessoas de ficarem bonitas.
"Eu fiz tudo isso por você, para que você me notasse!" Ela jogou essas palavras na cara dele,deixando-o chocado.
Ele podia sentir toda a raiva, beirando a rancor, todo o desespero de Janine.
Então ele se sentiu culpado. Culpado por fazê-la sofrer, culpado por permitir que ela corresse risco.
Egon já não mais se importava, com o que ela poderia fazer com ele. Tudo o que importava era que ela estivesse bem. 
Ele sabia que não podia mais fugir, nem ignorar o que sentia.
Ela sempre estivera lá por ele e era sua vez, de mostrar o quanto Janine era importante para ele.
Então ele enfrentou a verdade que não podia mais negar.
"Eu amo você!" Ele declarou, esperando que não fosse tarde demais.
Como ele desejava, suas palavras eram o que ela precisava ouvir e ela pôde voltar ao normal.
Seus amigos capturaram a criatura e Janine estava bem novamente.
Egon suspirou de alívio, ao senti-la em seus braços.
Ele prometeu a si mesmo, que tudo seria diferente, que ele não negaria mais o que sentia e a chamou para sair, deixando-a contente
**.
Voltar ao Topo Ir em baixo
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: E ela estava lá    Sab Out 07, 2017 9:03 pm

III

Porém, os dias foram passando, semanas, meses.
Egon, sem perceber, novamente se trancou em seu mundo científico, esquecendo promessas e o medo que teve de perder Janine.
Ela não reclamou. Não lhe cobrou coisa alguma. Ela simplesmente continuou ali.
Janine somente o esperou. O esperou por anos. E seria capaz de esperar a vida toda, caso fosse necessário.
Suas alegrias, seus sonhos, aspirações, sua vida, tudo era ele e dele.
E um dia ele percebeu. Um dia como qualquer outro, ao passar pela mesa dela, ela estava lá e ele a viu.
Em um instante, todas as lembranças vieram a sua mente.
A jovem ruiva alegre e atirada, a mulher corajosa que já havia até lhe salvado a vida. A doce e preocupada Janine, que sempre lhe dava um sorriso luminoso.
Ele se lembrou, de todo o amor que ela lhe demonstrou desde sempre. 
Egon percebeu que sua vida só tinha sentido porque ela estava lá.
E como era bom tê-lá! 
Sorrindo, ele se aproximou dela, segurando sua mão e beijando-a.
O gesto a pegou de surpresa e ela o olhou assustada: 
- Egon? 
- Não me deixe nunca! - ele sussurrou.
Janine mal podia acreditar no que ouvira. O olhar frio havia se transformado no mais terno que ela jamais vira nele.
- Nunca! - ela prometeu depois de algum tempo.
Ele sorriu para ela, segurando-a em seus braços.
Janine fechou os olhos, saboreando aquele momento.
Não havia dúvidas, enquanto vivesse, ela estaria lá.

Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: E ela estava lá    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
E ela estava lá
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Bispo Edir Macedo ora por ex-pai de santo que estava afastado da Igreja Universal
» Rua Gomes Cardin 053....Uma Igreja Vazia cheia do Espirito Santo !!
» O ASSUNTO MERECE SÉRIAS CONSIDERAÇÕES. ENTENDO QUE PRECISA SER CORRIGIDO IMEDIATAMENTE. OU VOCÊ ACREDITA QUE, QUANDO JESUS APRESENTOU O CÁLICE INSTRUINDO A RESPEITO DA MANEIRA COMO DEVEMOS COMEMORAR A CEIA, O CÁLICE DE JESUS ESTAVA VAZIO DO VINHO?
» irmão nosso da ccb, foi para a outra denominação, porque foi repreedido pelo cooperador porque estava lavando seu carro de bermuda
» troquei a farinha que estava usando pela Bunge pro pastel!!! e o resultado não foi muito bom rsrsr errei em alguma coisa me ajudem por favor!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
J-fics :: Os Caça-fantasmas :: The real Ghostbusters-
Ir para: