Bem-vindo!
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Um broto diferente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
bajumoon

avatar

Mensagens : 607
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Um broto diferente   Sab Out 01, 2016 11:55 am

Título: Um broto diferente
Autor(a): Jussara/bajumoon
Shipper: Peter e uma “misteriosa”  moça
Gênero: Comédia
Censura / Classificação: PG
Capítulos: One-shot
Completa: Sim
Resumo ou uma promo:  Peter está chateado, pois está apaixonado por uma moça que não lhe deu atenção. Seus amigos resolvem ajudar.

Um broto diferente
Peter andava distraidamente, pela calçada. Ele sorriu empolgado, ao ver uma vitrine de doces. Pensou em comprar alguns, mas... Pena! Olhando nos bolsos viu que não tinha nenhum níquel sequer.
Ele deu de ombros e continuou sua caminhada sorrindo.  Ele continuava distraído, cantarolando baixinho uma velha musica, quando algo chamou sua atenção.
Ele parou ao lado de uma vitrine, de uma loja de roupas femininas. Seu coração disparou e seus olhos se arregalaram, ao ver uma linda jovem loira de perfil, parada ali dentro.
Ele completou por um longo tempo, através do vidro, até tomar coragem de entrar na loja e puxar assunto com a moça.
Ele entrou entusiasmado, mas saiu pouco depois, com o olhar triste e desanimado. Nem tinha mais vontade de passear. Resolveu voltar para casa.
- Oi, Pete! Onde esteve? – Perguntou Davy, assim que o rapaz loiro entrou em casa.
- Por aí... – ele disse, simplesmente e foi para o quarto.
Os rapazes se entreolharam preocupados. Eles conheciam o amigo e sabiam que algo estava errado com ele.
Os três resolveram subir e falar com Peter.
Eles o encontraram encostado em sua cama, como o olhar triste e pensativo.
- Ei, Pete, o que foi? O que aconteceu? - perguntou Mike preocupado, sentando na cama.
Micky e Davy tbm sentaram ao redor dele.
- Por que está assim pra baixo, cara? - Micky também quis saber.
- Não foi nada, gente! - Peter não estava muito animado para falar do assunto.
- Ande, Peter! Você sabe que pode confiar na gente! - disse Davy com um sorriso. - Se alguém o maltratou, ou se você se meteu em alguma fria, nós vamos te ajudar!
- Isso mesmo, Peter! Conte o que houve! - disse Michael.
- Está bem, eu vou contar!
O rapaz respirou fundo e começou:
- Eu vi uma garota linda, parada dentro de uma loja. Então eu fui falar com ela. Ela me ignorou e as outras moças da loja riram de mim! Nunca mais passo nem perto dali!
- Ora, Peter, não é pra tanto! Ela devia estar só distraída, talvez! - Davy tentou consolar.
- É, talvez estivesse ocupada também! - Mike falou.
- Não havia ninguém na loja! Ela me ignorou mesmo... - Peter abaixou a cabeça triste.
- Não fique assim, Pete! Não se deixe abater na primeira tentativa! - disse Davy.
- É, cara! Dessa vez vamos te ajudar! - Micky disse. - Logo essa pequena estará doidinha por você!
- Eu não sei...
- Vamos Peter! Levante! Vamos até lá! - Falou Mike.
Mesmo desanimado Peter levantou, pronto para receber a ajuda dos amigos.
**
- Você lembra de tudo o que dissemos, não? Seja educado, simpático e faça elogios! - falou Mike para Peter.
Os quatro estavam numa esquina próxima da loja, onde Peter havia visto a tal moça.
- Vá lá e mostre a ela o quanto você é um cara legal! - disse Davy.
- E se rirem de mim, outra vez? - falou Peter.
- Ora, ria junto com elas! - disse Micky. - Mas não desanime!
Peter balançou a cabeça, um pouco mais determinado, mesmo ainda se sentindo inseguro.
Os três observaram Peter entrar na loja e ficaram em expectativa.
Poucos minutos depois, Peter saiu de lá, cabisbaixo.
- Oh, caramba! Ele não conseguiu! - comentou Davy.
- Ele deve ter dito algo errado! Ou não ter falado nada! - disse Micky.
- Pobre Pete! - Mike balançou a cabeça.
O moço loiro se aproximou dos amigos e falou:
- Vamos embora!
- O que houve? - Davy quis saber.
- Ela me ignorou de novo e as outras moças voltaram a rir de mim.
- Que absurdo! Elas não podem ser tão insensíveis! - Mike se revoltou pelo amigo.
- Puxa!  Mas é melhor deixar pra lá, Peter! - essa garota não merece você! - Micky deu um amigável tapinha nas costas dele.
- Pois é! Vamos embora! Mas não se preocupe Peter! Vou apresentar umas pequenas para você! - disse Davy, tentando animar o amigo.
Todos estavam indo para o carro, quando Mike falou:
- Esperem um instante! Volto já!
- Ei, Mike, você vai...? - Davy parou de falar, ao ver que Michael já estava longe.
Mike estava indignado. Não podia permitir que um broto qualquer zombasse do seu amigo.
Peter era como seu irmão mais novo. E ele não podia permitir isso.
Ele entrou na loja, pronto para dizer umas verdades.
- Posso ajudar, senhor? - perguntou uma das moças vendedoras.
- Qual de vocês ignorou meu amigo?
- Seu amigo?
- Sim, o cara loiro, que acabou de sair daqui!
- Ahhh, hahahaha! Ah, sim!
- Por que está rindo? Você acha muito engraçado rir de um cara legal, como o Peter? E cadê a tal moça?
- Olhe atrás de você! - a moça não parava de rir.
Mike olhou, mas não viu ninguém.
- Onde?
- A moça que seu amigo estava fazendo juras de amor, é esse manequim, aí!
Mike olhou estupefato para o manequim com uma peruca loira.
- Peter... - Mike revirou os olhos.
Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Um broto diferente
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Baby liss diferente!
» fornecedor de massa tamanho broto 18 cm
» Plopping
» DOIS TIPOS DE CABELO NUMA SÓ PESSOA
» Matéria sobre comportamento de Jovens evangélicos e o discurso de que "alegria de crente é diferente",com irmãs da Congregação

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
J-fics :: The Monkees-
Ir para: