Bem-vindo!
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Um golpe de mestre – depois do final

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 468
Data de inscrição : 28/02/2014

MensagemAssunto: Um golpe de mestre – depois do final   Sab Mar 01, 2014 4:12 pm

Título: Um golpe de mestre – depois do final
Autor: strawberriesapples
Shipper: Jeannie/Major Nelson
Gênero: Romance
Censura/Classificação: R
Capítulos: One-shot
Nota: Escrita em 26/10/2013
Resumo ou uma promo: Jeannie e seu marido encontram outra utilidade para a mesa de sinuca...


O Major Nelson estava no estúdio, se divertindo com a mesa de sinuca. Ele nunca foi muito “profissional”, mas ele gostou de ser um expert. Quer dizer, até o General Schaeffer gritar e fazê-lo perder a concentração. Oh, bem. Pelo menos ele teria a semana de folga para ir para as Bermudas com Jeannie. Ela estava ansiosa para ir e eles iriam se divertir muito!
Ele encaçapou as últimas bolas e sorriu, satisfeito consigo mesmo. De repente, Jeannie apareceu na mesa de sinuca.
- Amo! Você não vem para a cama?
Ela estava sentada sobre os tornozelos, usando uma pequenina, minúscula camisola que mal a cobria. Ela se espreguiçou, bocejou e cruzou os braços, olhando para ele. Ele estava hipnotizado. Sua mente passou de “Eu sou muito bom!” para “Estou tão excitado!”.
- Ainda não, querida... há algo que eu tenho que fazer primeiro. - Disse ele, sentando-se em cima da mesa.
- Oh? O que?
- Isso.
Ele se aproximou dela e a beijou, ferozmente. Ela o beijou de volta com a mesma voracidade. Ele sempre a fazia ficar a fim e vice versa. Ceder um ao outro e se casar foi a melhor coisa que eles fizeram, em sua opinião. Não só eles eram os melhores amigos um do outro que tinham aprendido a viver juntos (ele com a impulsividade dela e ela com a “caretice” dele) e seus sentimentos um pelo outro eram tão profundos que eles eram reconhecidos com apenas um olhar ou um sorriso, mas sua química sexual era incrível. Eles não sabiam se era por causa da tensão que se construiu durante todos esses anos ou se era uma coisa natural (essa seria a opinião de Jeannie), mas eles excitavam um ao outro muito rapidamente e sempre que eles faziam amor, era algo sensual, intenso e muito prazeroso.
Eles se abraçavam apertado. Ele lentamente puxou as alças da camisola dela para baixo e beijou-lhe os ombros. Ela sentiu arrepios.
- Ohhh...
- Sua pele é tão macia...
- Assim como os seus lábios...
Ele voltou-se para o pescoço e os lábios dela novamente. Ela desabotoou a camisa dele, suavemente arranhando-lhe o peito. Ele secretamente adorava sentir as unhas dela em sua pele, fosse ela gentil ou dura.
- Mmm...
Ela sorriu, tirando a camisa e colocando os braços ao redor dele, suas unhas agora arranhando as costas dele, enquanto ela beijava seu pescoço; ele respirava com dificuldade e suas mãos estavam tentando puxar a camisola dela para cima.
Ele fez isso (com a ajuda dela) e seus olhos brilharam. Ele estava acostumado a ver a esposa nua (ou quase nua), mas ele sempre ficava excitado. Para ele, seu corpo era hipnotizante e perfeito.
Ele segurou-a com força e beijou-a avidamente novamente, passando pelo pescoço, ombros e peito. Ela ofegava. Ela sabia o que ia acontecer, e ela sempre ficava sem fôlego quando isso acontecia: a língua dele ia entrar em ação novamente. Dito e feito: ele começou a lamber seus mamilos. Ela gemeu alto.
- Ooooh!
Ele agora começou a chupá-los, beijá-los e lambê-los novamente. Ela mordeu o lábio inferior e jogou a cabeça para trás; a calcinha estava encharcada.
Ela segurou sua cabeça enquanto ele lentamente a deitou na mesa de sinuca. Olhando para ela com olhos escuros, ele a beijou novamente, apoiando as mãos sobre a mesa.
Ela dobrou as pernas e colocou os pés sobre a mesa. Sentindo o equipamento de seu marido cutucar seu abdômen inferior, ela sorriu. Suas mãos passaram da cabeça para o peito, a barriga e a parte da frente da calça dele.
- Ohh!
- Hehe...
Ela desabotoou a calça e puxou para baixo, acariciando-o novamente, fazendo-o respirar profundamente. Ele a beijou mais uma vez e ela o segurou firme.
Depois de muitos minutos, ele começou a descer de novo, tocando e beijando seus seios, sua barriga e abdômen. Ele pegou a calcinha com os dentes e puxou-a para baixo, fazendo-a dar um gritinho.
Ele subiu pelo corpo dela lentamente, beijando seus pés, lambendo as solas e chupando os dedos dos pés, fazendo-a gemer mais. Ele beijou suas panturrilhas e coxas. Ela ficou sem fôlego novamente.
Ela sentiu a língua dele em suas partes íntimas, e isto fazia um raio de eletricidade passar por ela.
Ele agitava a língua, girava e a cravava dentro dela, deixando-a louca.
- Ooooooh, Anthonyyyyy! Aaah!
Ele a chupava, seus braços em volta de suas coxas. Ele adorava ouvi-la gemer seu nome quando ele dava prazer a ela. Isso o incitava.
- Aaaah! Ohhhh!
- Mmmm... mmm...
- Oh, Anthonyyyyy! Aah!
Ele continuou a dar prazer a ela, ficando ele mesmo sem fôlego. Sua própria cueca estava ficando muito apertada...
Ela finalmente chegou ao orgasmo, os ombros para cima, a cabeça para trás e os braços e as mãos esparramados sobre a mesa.
Ele beijou-lhe os lábios mais uma vez, mais violentamente desta vez. Ela mordeu-lhe o lábio inferior, tirando a cueca.
Ele a penetrou, duro, e gemeu quando ele sentiu as úmidas paredes internas dela em torno de seu membro. Ela gemeu alto, encontrando algum tipo de alívio por tê-lo dentro dela.
Ele a penetrava em um ritmo constante, arfando e olhando para ela. Ele realmente amava Jeannie. Ele não sabia o que fazer com ela quando ela entrou em sua vida, mas agora ele não sabia o que fazer sem ela.
Ela abriu os olhos e olhou para ele. Ela o amava desde que ela pôs os olhos nele. Ela podia ver que o homem era tão bonito por dentro como ele era por fora.
Beijaram-se ternamente por um minuto e, em seguida, ele começou a penetrá-la rapidamente, respirando com dificuldade. Ela contraiu-se em torno dele e gemeu alto.
- OHHHHH!
- Aaaaah!
O atrito o fez perder o controle e ele finalmente teve o seu alívio, prendendo a respiração e fazendo-a gritar.
- Oh, céus...
- Ufa!
- Agora você vem para a cama?
- Hehe... Alguém está ansiosa...
- Amo! Eu quis dizer... para dormir!
Ele deu um sorriso malicioso e beijou-a com ternura.
- Sabe de uma coisa, Jeannie?
- O quê?
- Esta foi a melhor sinuca que eu já joguei.
Eles riram e ela piscou os dois para a cama.

FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://jfics.forumeiros.com
 
Um golpe de mestre – depois do final
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Precisa lavar depois de tingir??
» Meu cabelo antes e depois de deva
» Depois da Transiçao / e depois do Big Chop?
» Antes e depois - Mariana
» Antes, durante e depois... Madeira (Thais)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
J-fics :: Romance - M-
Ir para: