Bem-vindo!
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Duplo desejo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Duplo desejo   Dom Out 26, 2014 12:51 pm

Título: Duplo desejo
Autor: bajumoon
Shipper: Asuka/Jin/Julia
Gênero: Romance
Censura/Classificação: M
Capítulos: 4
Advertências: Partes muito impróprias para menores
Resumo ou uma promo: Jin nutre um secreto e proibido desejo dentro de si. Será que seu desejo poderia se transformar em realidade?

I

Asuka e Julia lutavam uma contra a outra.
Elas eram oponentes em um torneio.
Jin as observava lutarem.
Ele não desejava envolver-se com mulheres, pois não queria que elas sofressem como sua mãe, nem ter um filho que herdasse sua maldição.
Mas ele não podia evitar sentir algo por aquelas duas mulheres que estavam lutando.
Isso mesmo, pelas duas!
Ele não sabia bem o que era, mas elas o atraíam.
Esse sentimento o fazia sentir-se culpado, ele sabia que não era certo, principalmente se tratando de Asuka, que era sua prima.
Mas algo dentro dele, as levava até elas, um instinto quase animalesco, que fazia com ele as desejasse.
Talvez fosse seu lado do mal que tentava apoderar-se dele, ou apenas seu lado mais primitivo que estava enlouquecendo por elas.
Pensando bem, não era difícil entender a razão.
Elas eram lindas, intensas e sensuais.
Vê-las lutando, com a respiração ofegante, o corpo suado, estava deixando-o excitado.
Havia várias pessoas por ali e ele achou melhor sair do lugar, antes que passasse por uma situação constrangedora.
Julia, mesmo ocupada concentrando-se nos golpes de sua adversária, pode ver quando Jin se retirou do lugar.
Durante todo o tempo em que esteve ali, ela sentir os olhos dele observando atentamente.
Sua pele ficou toda arrepiada, pois sabia que ele não estava simplesmente assistindo a luta, mas sim praticamente a dissecando dos pés a cabeça.
De relance, ela percebeu a expressão de cobiça em seu rosto e sentiu-se ainda mais quente.
Dispersa por alguns segundos, ela não conseguiu evitar o soco de Asuka em sua cara, fazendo-a cair violentamente no chão.
Asuka estava ainda mais animada em derrotar aquela garota. Não suportava ver o olhar sonhador na cara dela, quando olhou rapidamente para Jin.
Ela mesma não sabia por que isso a irritava. Pensando bem, ela sabia, sim. Mas tinha dificuldades de admitir para si mesma.
Estava interessada em Jin, seu próprio primo e não conseguia evitar.
Ele era bonito e forte e havia algo no modo com ele sorria e caminhava, que a deixava sem ar.
Chegara até mesmo a sonhar com ele algumas vezes (sonhos nada inocentes).
Aquilo podia ser loucura, mas seus sentimentos ficaram ainda mais aflorados, quando notou que Jin olhava de forma lasciva para ela (ela tbm notou que ele olhava Julia da mesma maneira, mas resolveu ignorar isso).
Ele podia ser um idiota tarado, como tantos outros que ela conhecia, mas em seu íntimo ela gostou do olhar e o seu corpo reagiu a isso!
Talvez sua luta com Julia durasse mais do que ela imaginava e seria por outro motivo: Jin.
***
Julia se retirou da competição abalada e nervosa.
Ainda não conseguia acreditar que tinha perdido para Asuka.
Sua raiva a fazia culpar Jin.
Se ele não estivesse por lá, se não a olhasse daquela maneira, ela não teria perdido a concentração e teria derrotado sua oponente.
Seria melhor que ela não o visse por um bom tempo, pois estava cansada de sentir-se abalada com sua simples presença.
Era completamente absurda essa atração que sentia por ele. E ela nem sabia ao certo como isso começara. Talvez desde a primeira vez que o viu, enquanto lutava.
Ela respirou fundo, balançando a cabeça para apagar seus pensamentos e para tentar conter a irritação enquanto caminhava.
Ela tinha coisas mais importantes com que se preocupar, do que pensar nele.
O melhor que tinha a fazer naquele momento era descansar um pouco, depois pensaria no que fazer para resolver seus outros problemas.
Porém, seu coração parou ao olhar quem estava parado, de cabeça baixa, em um beco sombrio, próximo de onde ela estava.
Sem conseguir conter o impulso ela se aproximou dele e o chamou:
“Jin?”
O rapaz ergueu o rosto e olhou pra ela, surpreendido:
“Julia?”
A moça se aproximou dele, a respiração acelerada e um olhar preocupado. Toda a sua raiva tinha ido para o espaço, somente por estar perto dele.
“Você está bem?” Ela perguntou.
“Sim. Por quê?”
“Não sei, você parece abatido!”
“Não é nada! Eu estava apenas pensando!”
Jin saíra do lugar da competição, a pretexto de treinar mais. Mas ele estava mesmo fugindo das duas.
Mas para o seu azar, uma delas viera até ele.
“Jin? Está me ouvindo?” Julia o chamou.
“Hã?” O rapaz despertou de seus pensamentos.
“Perguntei no que estava pensando pra ficar tão sombrio!”
“Não é nada!” Respondeu ele, ficando ainda mais perto dela.
Ele podia sentir o perfume dela, em plena harmonia com seu próprio cheiro, atiçando seus instintos.
Ele não iria resistir mais!
Ela olhou-o, um pouco vermelha e confusa, pela proximidade dele. Seus corpos estavam quase se tocando.
“O quê...?”
Ela não teve tempo de formular a pergunta, pois sua boca foi tomada por um beijo arrebatador.
************
Voltar ao Topo Ir em baixo
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Duplo desejo   Dom Out 26, 2014 12:53 pm

II

Mesmo tendo sido pega de surpresa, Julia não pode deixar de sentir um íntimo prazer, quando ele a beijou.
Sem pensar, ela correspondeu com a mesma vontade, aprofundando ainda mais o gesto e colocando os braços ao redor do pescoço dele.
Jin pressionou seu corpo másculo contra o dela, deslizando sua mão direita pelas costas de Julia, descendo até seus glúteos.
Julia não protestou pela ousadia dele, ao contrário disso, deixou escapar um leve gemido entre os beijos.
“Hum...”
Ele deu um sorrisinho, surpreendido com a entrega dela.
Não esperava que ela reagisse dessa maneira ao ato impetuoso dele.
Ele mesmo tinha se repreendido por não conseguir conter-se.
Tinha de certa forma, esperança que depois do que tinha feito, ela se indignasse e afastasse dele.
Mas a reação contrária de Julia, fez com que o desejo que tinha dentro de si, inflamasse e o fizesse perder completamente a razão.
Tudo o que Jin conseguia pensar era que a queria naquele momento. “Julia...” Ele ofegou.
“Ohh...”
Ela suspirou quando o rapaz interrompeu o beijo e passou a lamber o pescoço dela, sugando-o em alguns pontos.
Ela não tinha a menor ideia do que estava acontecendo com ele, mas não iria perguntar.
Não estragaria o clima do momento, que a fazia sentir tão bem. Não importava mais onde estavam, nem se era certo ou errado.
Estaria com ele até o final.
Asuka voltava pra casa pensativa. Tinha sido muito bom ganhar de Julia e ficar cada vez mais próxima de vencer o torneio.
Apesar disso, algo a incomodava.
Esse seu interesse por Jin a distraía, fazendo que ela perdesse a concentração de seus maiores objetivos.
Mas era algo que ela realmente não coseguia evitar. Ele estava sempre em seus pensamentos.
“Que droga! Tenho que tirar aquele cara da minha cabeça!” Disse ela, enquanto caminhava. “Isso! Não vou mais pensar nele!” Ela estava decidida.
Porém, seu animo e decisão, desapareceram ao se deparar com aquela cena.
Seu primo estava em beco escuro, se agarrando com aquela... aquela garota!
 Asuka de olhos arregalados aproximou-se, sem ser vista, no momento em que Jin, retirava a blusa de Julia, beijando sua boca no instante seguinte.
‘O que significa isso?’ Pensou Asuka, furiosa.
Asuka ia se precipitar, para separar os dois (e bater neles), mas por um instante, um pensamento a fez parar:
‘O que eu tenho com isso? O que eles fazem não é da minha conta! Não posso simplesmente interrompê-los, num acesso de raiva, pra depois ficar como uma idiota, sem ter como explicar a razão de eu ter agido assim!’
Jin e Julia continuavam com os “amassos”, enquanto Asuka olhava-os, completamente estagnada.
Mesmo morta de raiva, ela não tinha coragem de interrompê-los, mas também não conseguia sair dali.
Uma curiosidade masoquista a impedia de ir embora. Queria ver até onde eles iriam.
Bem, ela sabia até onde, mas queria ver. Asuka não entendia a razão, mas não sairia dali.
“Ohhh...” Julia gemia, enquanto Jin lambia, chupava e mordiscava seus seios.
Instantes depois, Jin ergueu o rosto e Asuka gelou. Ele olhava na direção dela, dando um leve sorriso.
Ele sabia que Asuka estava ali, observando-o!
Jin notara a presença de Asuka, no instante que ela apareceu por ali.
Ele imaginava que ela iria fazer um escândalo, por ter visto uma cena, que ela consideraria indecente, ou simplesmente seguiria seu caminho, sem se importar com o que tinha visto.
Mas vê-la ali, parada, o intrigou. Não entendia sua reação.
Ela estava com raiva, isso ele pode perceber, mas por alguma razão ela não tomava nenhuma atitude.
Porém, mesmo sabendo que ela estava lá, Jin não parou o que estava fazendo com Julia.
Ao contrário, aquela situação o deixou ainda mais excitado.
Se Asuka não iria sair dali, então ela que visse o que queria ver.
Ele continuou coma boca nos seios de Julia, mas fez questão de levantar o rosto e fazer com que a Asuka percebesse que ele sabia que ela estava ali.
***
Julia estava com o corpo em chamas sob o toque de Jin. A cada instante ele ficava mais afoito em suas carícias.
Ela deu gritinho arfante, quando uma das mãos dele foi por baixo de sua saia, acariciando-a intimamente, por cima da calcinha.
Ele ficou algum tempo provocando-a, até que por fim, colocou dois dedos por dentro de sua peça íntima, inserindo-os nela.
***
“Ahhh...” Asuka ouviu Julia gemer alto, ao ser provocada por Jin.
A garota se derretia nos braços dele e Asuka passara a sentir mais do que raiva, sentia inveja.
Por mais que fosse duro admitir pra si mesma e que doesse demais em seu orgulho, ela morria de vontade de estar no lugar de Julia.
Principalmente ao vê-la tocando no peito (agora nu) de Jin, arranhando-o levemente e beijando, enquanto descia suas mãos até o cós da calça do rapaz, abrindo-a lentamente.
Asuka estava agradecida por Julia não ter percebido sua presença. Asuka estava no canto mais sombrio do beco, de modo com que a outra garota pudesse vê-la.
Escondida em seu canto, nem mesmo Jin poderia ver Asuka, por isso ela se assustou ao pouco, ao notar o sorriso dele, voltado diretamente pra ela, há momentos atrás.
Asuka arregalou um pouco os olhos e abriu levemente sua boca, ao notar que Julia tinha aberto totalmente as calças de Jin e passara a tocar o membro dele, guiando-o pra fora.
Jin deu um audível gemido e Julia continuou tocando e massageando-o, com movimentos rápidos.
Os gemidos dele aumentaram, quando de repente Jin a fez parar. No instante seguinte, ele a encostou na parede e tirou a peça íntima de Julia, levantando uma de suas pernas, segurando-a pela coxa e a penetrou com força.
Julia deu um gritinho de prazer e Asuka arfou.
Aquilo era totalmente absurdo, mas ela começava a se excitar com a cena!
****************
Voltar ao Topo Ir em baixo
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Duplo desejo   Dom Out 26, 2014 12:58 pm

III

Jin continuava com suas investidas em Julia, fazendo ambos gemerem e respirarem rapidamente.
O desejo do rapaz aumentava cada vez mais, principalmente ao saber que Asuka ainda estava ali, observando.
Tudo aquilo era tão louco e absurdo, que ele sentia como se estivesse sonhando, ou tendo uma alucinação.
As duas estavam ali e ele não se preocupava mais com seus pudores ou receios, nem com as consequências.
Com esse último pensamento, ele empurrou com agressividade seu quadril pra frente, ganhando impulso e penetrando profundamente em Julia, que gritou com toda a força de seus pulmões, pelo prazer intenso que sentia.
Eles ficaram mais alguns minutos nesse frenesi, até que ambos chegaram ao clímax, praticamente ao mesmo tempo.
Jin abaixou lentamente a perna de Julia e encostou sua mão na parede, ao lado dela, enquanto recuperava o fôlego.
Eles não trocaram nenhuma palavra, enquanto ajeitavam suas roupas em seus corpos.
***
Julia olhou para Jin, sentindo-se repentinamente envergonhada, por tudo o que tinha acontecido.
Ela se deixou levar pela emoção do momento e pela paixão, mas agora estava sem saber o que fazer.
Ela abaixou a cabeça evitando olhar para ele.
“Julia, tudo bem com você?” Ele perguntou.
“Sim, mas...”
“Mas...?”
“Foi uma loucura o que fizemos!”
“Você está arrependida?” Ela não respondeu e ele continuou: “Eu sinto muito, acho que passei dos limites e...”
“Não! Eu não estou arrependida! Mas não quero falar sobre isso agora, eu... acho melhor ir!”
Ela saiu correndo antes que Jin pudesse dizer ou fazer alguma coisa.
Ele respirou fundo, meio frustrado, quando Asuka surgiu na sua frente.
Estava com o rosto corado e o olhava profundamente.
“Asuka!”
“Finalmente ela se foi!”
Asuka se aproximou dele e o beijou na boca.
Jin arregalou os olhos, completamente aturdido pelo beijo de Asuka.
Ela continuou a beijá-lo, mesmo sem ele corresponder.
Ele simplesmente não acreditava que aquilo estava acontecendo, nunca imaginou que ela seria capaz disso!
***
Asuka afastou seus lábios dos dele, ao perceber que ele permanecia imóvel.
Ela olhou para o rapaz e viu seu rosto completamente chocado. E ela se sentiu uma tola!
Por que ela fizera aquilo? Por que o beijara?
Eles permaneceram calados por um tempo, um olhando para o outro, quando Asuka finalmente explodiu:
“Qual é o seu problema? Diga alguma coisa! Vai ficar aí parado, só me olhando?”
A moça sentia tanto embaraço de sua atitude, que falava rispidamente, para esconder seu constrangimento.
Enquanto assistia Jin com Julia, ela se excitara. Era absurdo, era loucura e era estúpido, mas ela não teve controle sobre as reações do seu corpo ao que seus olhos viam.
Nem pode controlar seus pés que a levaram até seu primo, assim que Julia saiu.
Nem mesmo a sua boca, que morria de vontade beija-lo.
Mas agora, ao vê-lo mudo na sua frente, sua raiva inicial voltara, misturada com uma imensa vergonha.
Como ele permanecia quieto, ela não aguentou mais e lhe deu um forte empurrão.
“Seu idiota!” Asuka gritou, dando-lhe as costas para ir embora.
Jin finalmente saiu de seu torpor e segurou Asuka pelo braço, fazendo-a virar de frente pra ele:
“O que você quer?” O olhar dela queimava de raiva.
“Isso!”
Ele a puxou para si, beijando-a em seguida.
Agora foi a vez de Asuka ficar chocada, a atitude dele pegou-a completamente desprevenida.
Ela se agitou nos braços dele, tentando se afastar, mas ele não permitiu.
Por fim, ela se rendeu ao beijo selvagem e ergueu um dos braços, colocando a mão na nuca dele.
“Cretino!” Disse ela, assim que eles se afastaram ofegantes.
“Haha!” Ele não pode deixar de rir, só ela conseguia causar essa reação nele!
Asuka tinha uma personalidade forte e um pouco agressiva e ele amava isso nela.
“Está rindo de mim?” Ela gritou, querendo bater nele.
Apesar da força dela, ele conseguiu dominá-la e puxar seus lábios outra vez para os dele.
Ele sabia que ela desejava aquilo tanto ou mais do que ele.
Jin sabia que o que estava fazendo era uma canalhice, tinha acabado de estar com Julia, mas não dava mesmo pra resistir.
*******************
Voltar ao Topo Ir em baixo
bajumoon

avatar

Mensagens : 645
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: Re: Duplo desejo   Dom Out 26, 2014 1:00 pm

IV

Os beijos tornaram-se cada vez mais intensos devido à voracidade da paixão que os consumia.
Logo e habilmente, Jin retirou as roupas dela e foi se abaixando, beijando todo o seu corpo.
O rapaz tocou em suas partes íntimas, brincando com seus dedos ali, enquanto Asuka gemia o nome dele.
Ela o fez se erguer e voltou a beijá-lo, abrindo rapidamente a calça dele.
Ele interrompeu o beijo, quando ela puxou as calças dele para baixo, junto com sua cueca.
Asuka deu um sorrisinho determinado e abaixou-se, primeiro acariciando o membro dele com as mãos e depois o levando a boca.
Ele arregalou os olhos, surpreso pelo gesto ousado dela, mas logo contorceu o rosto de prazer.
Ela não sabia bem o que estava fazendo, mas queria dar-lhe muito mais prazer do que aquela garota que estava com ele.
Asuka continuou fazendo isso por um tempo, até que ele bruscamente a puxou para cima, beijando-a com desejo.
Ela se apoiou na parede, enquanto ele levantava suas duas coxas e se encaixava nela.
Os movimentos dele foram lentos de início, cuidadosos, até que ele acelerou o ritmo.
Ela mantinha os braços ao redor do pescoço dele e gemia, deliciada com o ato.
Logo eles chegaram a um prazer intenso e avassalador.
Jin sentiu a respiração quente de Asuka em seu pescoço, enquanto eles recuperavam o fôlego.
Ela “desceu” dele e se vestiu novamente, enquanto ele fazia o mesmo.
“Asuka...” Ele começou embaraçado. Não sabia o que ia acontecer.
“Não diga nada, Jin!”
“Mas nós...”
“Sim, aconteceu e daí?” Ela falou irritada, com sua vergonha voltando a se apoderar dela.
“E...?”
“E nada! Acabou!”
“Como?”
“Pro seu bem é melhor que você se esqueça de tudo isso! Entendeu?”
E ela não esperou a resposta dele, indo embora.
Jin balançou a cabeça. Mulheres!
Aquilo só podia ser uma alucinação mesmo!
Estivera com as duas, quase ao mesmo tempo! Ele deu um sorriso e resolveu ir embora também.
Não fazia ideia o poderia acontecer no futuro e sentia uma pontada de culpa, mas não pode deixar de se sentir satisfeito por poder realizar um de seus desejos mais secretos.

Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Duplo desejo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Duplo desejo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Desejo a todos muita Paz nesta segunda feira
» Desejo a todos uma Ótima quarta feira na Paz de Deus.
» DESEJO UM BOM FINAL DE SEMANA A TODOS.
» Desejo vos a Paz, e Jesus a da a todos de bom animo.
» Desejo a todos uma Ótima Segunda Feira na Paz de Deus.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
J-fics :: Tekken-
Ir para: