Bem-vindo!
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 *O sonho*

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
bajumoon

avatar

Mensagens : 607
Data de inscrição : 04/03/2014
Idade : 31
Localização : São Paulo - SP

MensagemAssunto: *O sonho*   Sab Jul 05, 2014 11:15 pm

Título: O sonho
Autor: bajumoon
Gênero: romance
Censura/Classificação: PG-13
Capítulos: One shot
Resumo ou uma promo: A Sra. Bellows tem um "estranho" sonho com o Major Nelson.


“Estou à sua inteira disposição, Sra. Bellows!”
O Major Nelson se aproximou de Amanda Bellows e a beijou, abraçando-a com força.
A Sra. Bellows deu um pequeno gemido, amando sentir aqueles lábios macios sobre os dela, ao mesmo tempo em que sentia aqueles braços fortes ao seu redor.
Ela estava nas nuvens!
“Ohhh...”
“Amanda!” Gritou o Dr. Bellows, sacudindo-a.
Ela acordou assustada, percebendo que estava em sua cama, com seu marido em pé, ao seu lado, olhando-a com uma expressão preocupada.
“Ah, o que houve?” Disse ela, recuperando o fôlego pelo susto.
“Eu que pergunto! Você estava gemendo alto! E me fez acordar! O que houve? Está com dor? Deixe-me examiná-la!” Disse o Dr. Bellows.
“Não! Eu não tenho nada!”
“Então por que estava agitada? Teve um pesadelo?”
Pesadelo! Se ela não estivesse tão frustrada por ter sido apenas um lindo sonho, riria do marido!
“Não, eu estou bem! Não me lembro do que estava sonhando, mas já acabou! Volte a dormir, Alfred! Não vou mais incomodá-lo!”
O Dr. Bellows voltou a deitar-se em sua cama e desligou o abajur.
Logo ele estava dormindo de novo, mas Amanda Bellows continuou acordada, refletindo sobre o seu sonho.
Ela sentia-se culpada por ter um sonho assim, com um homem bem mais jovem e sendo uma mulher casada.
Mas, por outro lado, ela refletiu que era perfeitamente natural, se tratando do Major Nelson.
Amanda não podia negar que ele era um homem bonito. Honestamente falando, mais do que bonito, ele era lindo!
E como se não bastasse, era charmoso, educado, cavalheiro. E havia algo no modo meio atrapalhado dele o deixava... Como ela poderia dizer? Sexy!
Ela sorriu ao pensar nisso e voltou a adormecer.
No dia seguinte, Amanda Bellows estava na base, esperando seu marido voltar de um teste que estava aplicando para alguns astronautas.
Como ele estava demorando muito, ela decidira voltar mais tarde.
Ela estava saindo da sala, quando trombou com força em alguém.
“Ai!” Disse ela, se desequilibrando e caindo no chão. Ela ficou furiosa.
“Oh, eu sinto muito Senhora Bellows, deixe-me ajudá-la!” Ao ouvir aquela voz, sua raiva passou instantaneamente e ela ergueu a cabeça, olhando pra ele.
Sim! Era o Major Nelson. Mas lindo do que nunca naquele uniforme!
O coração dela disparou e suas faces coraram.
Quando ele segurou em suas mãos para ajudá-la a se levantar, ela ofegou.
“A senhora está bem?” Ele perguntou, com um olhar preocupado.
“S-sim!” Ela falou com a voz muito baixa.
Estava difícil aguentar a vontade de abraça-lo, como no sonho. “Controle-se Amanda! Ele é apenas um oficial!” Ela tentava manter a calma.
“Eu peço que me desculpe senhora Bellows! Não a vi saindo!”
“Não foi nada, Major!” Ela disse, fingindo estar tranquila. “Eu estava esperando por Alfred, mas ele está demorando muito e achei melhor ir embora. Vou agora mesmo pegar um táxi!”
“A senhora está sem carro?”
“Sim, ele está na oficina!”
“Nesse caso eu a levo pra casa! É o mínimo que posso fazer, depois de tê-la derrubado. E me desculpe por dizer, mas a senhora não parece estar muito bem. Está tremula e com o rosto corado!”
Amanda abaixou a cabeça, sentindo vergonha. O que ele pensaria se soubesse a razão de ela estar assim?
Tentando manter-se digna, ela disse:
“Não precisa se preocupar, major! Eu posso mesmo ir de táxi!”
“De forma alguma. Eu a levo! Vamos?” Ele tocou delicadamente em seu braço e ela teve que conter um gemido.
Tudo o que ela queria era escapar daquele homem pecaminoso e agora teria que voltar pra casa com ele!
Como ela conseguiria se controlar? Pensava ela.
***
O trajeto foi feito em silencio.
O Major Nelson viu que ela estava séria e resolveu deixá-la em paz.
Amanda Bellows tentava manter a compostura, mas as imagens do sonho borbulhavam em sua mente.
Essas cenas se mesclavam com as imagens reais que ela tinha dele naquele momento.
Ela discretamente o olhava dirigindo, com aquelas belas mãos segurando o volante, aquelas mãos que deveriam saber acariciar muito bem! Ah, e aqueles braços...
“Senhora Bellows?” O Major Nelson a chamou pela terceira vez. “Tudo bem com a senhora?”
“Hã, ah, sim!”
“Nós já chegamos!”
O Major Nelson saiu do carro e deu a volta, abrindo a porta para Amanda Bellows.
Ainda meio tonta com seus devaneios, ela torceu o pé ao sair do carro, tropeçando e sendo amparada por Tony.
Ela ergueu o rosto olhando fixamente para os lábios dele. Era tão parecido com seu sonho, que ela mal podia acreditar.
Hipnotizada, ela ergueu-se mais para beijá-lo, quando sentiu a dor latejar em seu pé torcido.
“Aii!” Ela se retraiu, acordando de sua fantasia.
“Oh, acho que não estou trazendo sorte para a senhora! Acabou se machucando de novo!” Disse Tony mortificado.
“Não! Não foi culpa sua! Mas será que poderia levar-me até lá dentro?”
“Oh, claro!”
Amanda Bellows sentiu flutuar ao ser levada pra dentro com o amparo daqueles fortes braços.
Tony a sentou no sofá e disse:
“Há algo mais que eu possa fazer pela senhora?”
“Ah, há, sim! Quero que volte a se aproximar e me beije loucamente da mesma forma que fez em meu sonho!” Pensou ela sonhadora.
“Senhora Bellows?” Tony a chamou novamente, vendo que ela não respondia.
Ela estava muito estanha naquele dia. E havia algo no olhar dela, que o deixava desconfiado.
“Ah, tudo bem, major! Eu agradeço por ter me trazido aqui!”
“Se quiser eu posso pedir ao Dr. Bellows que venha examinar seu tornozelo!”
“Acho que não será necessário! Não foi nada sério. Posso esperar até que ele volte pra casa!”
“Tem certeza?”
“Sim, obrigada! É melhor que você volte para a base! Já ocupei demais o seu tempo!” Disse ela, o despachando, ao mesmo tempo em que desejava intimamente que ele ficasse.
“Não foi nada! Mais uma vez, sinto muito!”
Ele saiu, encostando a porta.
Amanda Bellows suspirou fortemente, se recostando no sofá.
***
Horas mais tarde, o Dr. Bellows examinou o tornozelo de sua esposa e constatou que não era mesmo nada sério. Somente a aconselhou a não força-lo demais.
Amanda Bellows pensou que até que tinha valido a pena se machucar um pouco, só pra poder ficar algum tempo nos braços daquele homem!
Algum tempo depois do jantar, ela foi para a sua cama dormir.
Encostou sua cabeça no travesseiro e fechou os olhos sorrindo.
Sabia muito bem com quem sonharia naquela noite. Ela podia não ter aquele belo major na realidade, mas já estava de bom tamanho estar com ele em seus sonhos.

Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
*O sonho*
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O Sonho de Simeão e Ana realizou conforme "ELE" Creu.
» 'Realizei um sonho', diz noiva ao celebrar união com ex-padre
» Qual o sonho de consumo para a sua pizzaria?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
J-fics :: Humor-
Ir para: